LiveRockCam é capa do caderno Na Mira, do O Estado do Maranhão

A matéria foi publicada no dia 28 de janeiro de 2011 (sexta-feira), no caderno Na Mira, do jornal O Estado do Maranhão. O texto é extenso mas vale a leitura na íntegra pois explica tudo sobre o projeto, fala dos caras que tiveram a ideia, de como tudo surgiu, dos convidados, do local etc.

——————————————————-

Uma webcam, um som, uma ideia

Na onda do Twitter, músicos maranhense transmitem pela rede mundial de computadores programa musical dedicado ao rock e suas vertentes divulgando bandas locais

André Lisboa – Jornalista

SÃO LUÍS – De um estúdio musical underground em São Luís, decorado com um tronco de um manequim, pichações e grafites nas paredes com dois cabelos em posse de violões e microfones, o rock tem data e hora todo domingo (das 21h às 1h) em um programa musical de vídeo inserido no fantástico mundo gratuito e quase incontrolável da internet.

Uma microcâmera (ou webcam) conectada à rede mundial de computadores – por meio do site TwitCam, ligado à rede de microblog Twitter –, transmite do Chão de Grudi, no Cohatrac IV, uma sessão de música e conversas capitaneada pelos roqueiros Nynrod Weber e Ramirez Costa, batizada de @LiveRockCam. Do outro lado estão atualmente 502 seguidores, pessoas que acompanham as informações postadas pelo perfil da sessão musical no Twitter.

O projeto, que começou na garagem da casa do tio de Nynrod – o Felipe Spider –, já teve a participação de diversas bandas e músicos independentes que circulam pela rota alternativa do rock em São Luís, como o grupo Diamante Gold, representado em uma das primeiras sessões pelo vocalista Emílio Sagaz, o cantor e compositor Djalma Lúcio, a banda Pretenders e outros.

No repertório do programa, estão músicas que perpassam o imenso cancioneiro do rock e o som autoral dos músicos locais. Sem critérios ou preconceitos. Os expectadores do programa podem ouvir canções clássicas do rock dos anos 80, 90, nacional e internacional.

Das canções mais populares às mais pesadas, do grunge ao pop rock mais recente. Do heavy metal ao rock classic. TheKillers, Radiohead, Iron Maiden, Foo Fighters, Red Hot Chili Peppers, Evanescence são outras bandas que estão na vasta lista da @LiveRockCam.

"A intenção é agradar a um público diverso. Eu e Ramires temos formações musicais diferentes, contudo a gente consegue dialogar com diversos ritmos. Temos essa preocupação em comum", argumenta Nynrod.

Uma das provas do grande alcance do programa é o envolvimento entre os produtores de shows locais com o de outros estados, que têm um contato mais próximo por meio da internet. O produtor Lucas Lennon Neri Monteiro, que mora em Pernambuco, nunca veio ao Maranhão, mas já planeja visitar São Luís. Ele conheceu o programa por meio do Twitter e diz que a iniciativa tem muito futuro e um público cativo.

"O programa tem tudo pra estourar não só no twitter como também em outros veículos de divulgação de mídia. É uma ótima oportunidade de tornar conhecidas bandas de boa qualidade que ficam por muito tempo no anonimato", disse ele em entrevista por bate-papo, ao Na Mira.

O início

O @LiveRockCam surgiu como uma proposta para divulgar as bandas e os músicos maranhenses de rock in roll, sendo uma idéia do radialista, produtor, músico e empresário Nynrod Weber, que ao perceber diversas produções parecidas decidiu utilizar as facilidades dos softwares e sites de transmissão e compartilhamento de imagem em vídeo pela internet para compor um programa local.

Um desses projetos que inspiraram Nynrod foi um sarau eletrônico produzido pelo músico e compositor maranhense Glad Azevedo, em parceria com o vocalista do Detonautas Futebol Clube, Tico Santa Cruz.

"Eles faziam juntos um sarau on-line, eletrônico, com poesia, música, arte, pintura, grafite. Com uma proposta de trabalho in loco, eles se reuniam e levavam alguns parceiros para visitar escolas, universidades e outros lugares. Então tentaram transformar isso em uma proposta on-line e passaram a interagir com internautas por meio do Justin.Tv (site de transmissão de imagem gratuita ao vivo pela internet, endereço: http://pt-br.justin.tv)", recorda Nynrod.

O apresentador e idealizador da proposta afirma que foi uma vontade quase espontânea, que tenta suprir a falta de espaços que os grupos locais têm nos grandes veículos de comunicação. Segundo Nynrod, no início não era para ser algo não muito sério, seria mais uma brincadeira, no qual eles reuniriam uma galera para tocar e mostrar o trabalho de cada um.

Público e parceiros
Os twitteiros (como se chamam os usuários da rede de microblog) que seguem a @LiveRockCam são um público exigente, que a qualquer desagrado pode deixar de gostar do programa. Contudo, isso parece não ser problema para Nynrod e Ramirez. A plataforma da Twitcam permite que os espectadores acessem uma sala de bate-papo.

As mensagens postadas no canal são redirecionadas diretamente para o Twitter, criando assim uma rede de distribuição de informações e de divulgação. Quem está no bate-papo da @LiveRockCam e comenta algo divulga o nome do programa direto para as pessoas que lhe seguem no microblog.

Com o auxílio dessa ferramenta e de parceiros – outros usuários bastante populares na rede de microblog que auxiliam na divulgação – o @LiveRockCam ganham novos espectadores a cada domingo.

O sucesso em ascensão de iniciativas livres e independentes de entretenimento na internet – como o @LiveRockCam – confirmam de certa forma a tese de que as relações entre público e artistas estão se aproximando cada vez mais, como tem defendido o professor de comunicação paulistano Fábio Malini. Segundo ele, a cada dia os artistas têm se tornado mais próximos de seus fãs por meio da web. Assim se explicaria o círculo de divulgação.

"Os twitteiros que nos seguem nos auxiliam apresentando o programa a outras pessoas, que tomam conhecimento da @LiveRockCam, avaliam e, se gostam, tornam-se parte do nosso público", diz Nynrod.

A intenção da dupla é mostrar que com um público fixo e que tem bastante influência pode-se prestar um trabalho de mapeamento e reconhecimento de uma cena cultural do rock maranhense que tem ganhado força nos últimos anos e que isso tem um grande potencial comercial.

"As pessoas estão sedentas por informação. A gente vê que a função central do Twitter é receber informação de alguma pessoa. Seja a frase de um pensador ou a rotina de algum famoso. Elas estão buscando uma forma de entretenimento, de diversão", explica Nynrod.

A vontade dos dois é que a @LiveRockCam tenha uma boa estrutura para que se transforme em um meio de apresentação de ideias, de pessoas, de bandas, de ações culturais e outras coisas. A dupla ainda mostrar outras formas de arte, principalmente as marginalizadas e que se identificam com o rock, como o grafite, o skate, no meio de um campeonato, o hip hop, e resgatar a ideia da mobilidade do programa.

Apesar de trabalharem independentemente e pagarem os custos da diversão, a equipe da @LiveRockCam tem produzido um programa, que têm divertido dezenas de pessoas nas noites de um dia da semana marcado baixa qualidade de programas na televisão aberta.

* André Lisboa é editor de cultura do jornal O Estado do Maranhão e escreve para o blog: http://diariodoandre.com. Twitter: http://twitter.com/andrelisboax

* Matéria publicada no jornal O Estado do Maranhão dia 28/01/2011

Veja: @LiveRockCam todo domingo, às 21h


Perfil: Nynrod Weber
Aos 25 anos, produz e apresenta os programas PlayBack, NaMira do Rock, NaMira e Mirado na Rádio Mirante Fm. Mantém a loja MadRock, especializada em moda rock. Dirige a produtora VibeProduções, responsáveis pelo show dos Raimundos, Matanza e outros. Toca em duas bandas, a Tanatron, uma de death metal e outra mais pop, que ainda não tem nome. Ainda é fotógrafo, especialistas em fotografias de shows.

Perfil: Ramirez Costa
Vocalista da banda Página57, que já rodou por diversas cidades do Brasil. Está na trilha do rock in roll maranhense desde a década 1990. Mantém um projeto com a Página, que já foi premiado pela Universidade FM. É uma figura plural. Toca guitarra, teclado e outros instrumentos. Voz potente. Responsável pela parte artística do programa @LiveRockCam.

Pesquisar no site

Metal Island © 2015 Todos os direitos reservados.